Maria da Luz

As Frenéticas

Compositor: Lamartine Babo / Suesse Borelz

PRKK - Rádio Necessidade
Cidade do Rio de Janeiro
São 18h no relógio 'Xaveco'
de um guarda-noturno
Sr. Neris de Tupiniquins
de passagem de 2ª classe
Pelos nossos estúdios, vai cantar:
Maria da Luz - fox-trot-ai,ai

Maria da Luz
De todos nós é o "Ai jesus"
É o "ai jesus" de todos nós
Pois canta mais que os rouxinóis
É um tipo esbelto de mulher
E a gente faz o que ela quer
É mais cotada que o café,
Pois tem aroma até no pé

Quando ela passa um pobre poste diz:
-Lá vai a luz que ainda não me quis

Maria da Luz
É o "ai jesus" de todos nós
Seu corpo fino tão franzino
Parece um tubo de retrós

Maria da Luz
Nasceu no dia 16
Às 4h da manhã
Na escuridão a luz se fez
E ao raiar da luz do sol
Em Dona Clara ela nasceu
Por coincidência isto se deu
Se é boato não é meu

Talvez porque nasceu no escuro, à toa
A luz faz sombra à muita gente boa

E por trás de um muro
A minha cruz carrego além
Assobiando lá no escuro
Acendo o isqueiro e a luz não vem

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital