Pó de Guaraná

As Frenéticas

Compositor: Miguel Paiva / Zé Rodrix

Se você tá deprimido, tá chupando comprimido
Pensando que é Dulcora
Tá morrendo de enxaqueca, dando coice e pirueta
Todo dia e toda hora
Cure logo esse bode
Que esse roque sacode
Aliás, a minha mãe é muito rica porque pode
Pode, pode, pode, pode, pode pó de guaraná

Se você tá tendo um troço, quer transar qualquer negócio
Pra não ficar de fora
Tá roendo até o osso, tá chupando até o caroço
e a coisa não melhora
Não é esse o canal
Caia numa real
Essa gente vive sempre numa boa porque pode, pode, pode
Pode, pode, pode, pode, pode pó de guaraná

Guaraná é o dó pra se cantar
Guaraná é o nó pra te prender
Guaraná é um só pra se curtir
Guaraná é o pó que cura a dor,
Que traz o amor,
Que faz calor
Pra que doutor, no meu motor
Pá, pá, pá
Pé, pé, pé
Pi, pi, pi pó de guaraná
Pó, pó de guaraná

Se você pediu arrego, se você só quer sossego
Diga adeus e vá se embora
Quem alcança nunca espera, quem espera desespera
Só não mama quem não chora
Pegue logo esse trem
Vamos nessa, meu bem
Porque a gente pode, pode, pode, pode
Pode, pode, pode, pó de guaraná

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital