A Marcha do Povo Doido

As Frenéticas

Compositor: Gonzaguinha

Confesso
Matei a Dana de Teffé
E outros mais se ocê quisé
Eu sou qualquer dos Zé Mané
Da vida, dos Santos, da Silva

Confesso
A culpa pela caristia
E pela crise de energia
Eu sou o dono da Opep
Ou pepsi, ou pop, ou coca

Confesso
E confessar me alivia
Vê se também não me anistia
Me manda logo pra cadeia

Garanta
Um pouco a minha poupança
Pois tando em cana a minha pança
Vai ter um pouco de aveia
Ou feijão com areia

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital